1ª Semana Isolamento Social Covid-19

Num instante a vida dá uma reviravolta… neste caso não só uma vida individual mas a do mundo inteiro.

Estou em “isolamento social” ou “auto-quarentena” com os meus 2 filhos, de 3 e 7 anos, desde segunda-feira, 16 de Março.  A minha esposa ainda trabalhou até aqui e só sábado (ontem) ficou também em casa.

Que tal o balanço desta primeira semana? Sinceramente, bastante bom! Eu gosto de estar em casa e, já tenho o hábito de passar bastante tempo por cá. A maior diferença e o que mais temia era passar esse tempo todo fechado com os meus filhos pequenos… como raio os conseguiria entreter todo este tempo?

Pois bem, vá lá até aqui nem foi complicado. As horas não demoram a passar (na verdade até passam rápido demais) e, com a determinação de algumas rotinas, até se vai gerindo o tempo entre refeições, brincadeiras, estudo e trabalho… mas não tenho propriamente momentos de descanso.

Isso faz com que nem esteja completamente concentrado no trabalho nem neles e acho que nesse aspeto tenho que melhorar e fazer por estar centrado numa situação de cada vez.

Ainda assim, tenho tido bastante sorte que os meus filhos têm-se portado bem e sido bastante autónomos… mas claro que tenho que lhes ir dando atenção e fazendo muita coisa por e com eles.

O Tomás é pequenino, está bem mas exige bastante atenção porque quer que brinque com ele. A Sara é uma querida e até se entretém bem sozinha e a brincar com o mano mas já vai mostrando que sente saudades de sair um pouco e ir à escola.

Passamos o tempo quase todo de pijama, pouco nos penteamos e já decidi não fazer a barba até isto passar… que sensação de liberdade! Saí sexta pela primeira vez à rua (30 segundos) e fui pôr o lixo mas voltei logo para casa que estava a chover. Sábado, já com a minha esposa também, demos uma voltinha rápida com os miúdos, eles de bicicleta e triciclo para não terem tentação de tocar em nada e para desanuviarem um pouco. Vimos poucas pessoas na rua e fizemos por manter sempre a distância não fosse algum zombie tossir.

Já antes do isolamento social começar, o meu lado germofóbico começou a vir ao de cima, às vezes de forma um bocado obsessiva mas ainda assim não é fácil aplicar todos os cuidados recomendados. Ainda por cima, tudo isto não depende só de nós mas dos outros também, reparo quem tocou em quê e faço o filme todo… Aqui há uns tempos dizia-se que não era conveniente usar desinfetantes mas agora toda gente os quer. Daqui até ser seguro (2 semanas de isolamento pelo menos) não vamos confraternizar com mais ninguém nem andar a fazer visitas ao resto da família.

Diz-se que as pessoas podem ficar aborrecidas em casa com pouco que fazer mas eu, sinceramente, continuo a achar exatamente o mesmo que antes, continuo a não ter tempo para quase nada.

Por outro lado, gostei de ter os pequeninos aqui comigo, passamos bons momentos familiares!

Este vírus é assustador mas o facto de nos fazer parar e refugiar em casa com a família pode ser um bom pretexto para uma mudança para um estilo de vida um pouco melhor… e continuamos a ter internet e papel higiénico por isso o essencial para a sobrevivência está cá!

O espírito geral no meio disto tudo julgo que tem sido até bastante positivo com iniciativas solidárias e uma data de memes a aligeirar um pouco a situação. As redes sociais ajudam nesse aspecto, temos um espírito atual de enorme parvalheira e isso até é bom. O Netflix e outros que tais estão ao rubro e aconselho a visualização de Walking Dead, 28 Days Later e outros do género, que agora podem ser vistos como documentários.

Claro que há preocupação e algum açambarcamento porque quanto menos se tiver que andar na rua melhor… mas devemos olhar uns pelos outros e não querer tudo só para nós… acumular moderadamente. Quanto a compras de supermercado online, boa sorte, tentei encomendar e diz que só chegava cá quase daqui a um mês.

De qualquer forma acho que a nossa vida terá sempre um pré-Coronavirus e pós-Coronavirus. O pós vai ser tão mais diferente quanto mais tempo durar esta quarentena. Virá aí crise económica e sacrifícios mas espero que não esqueçamos que pelo menos pusemos a vida e a segurança em primeiro lugar, acima de qualquer outro interesse e isso é importante.

4/5 Eremitas Suburbanos – se fosse sempre assim acho que estava bem… mas vamos a ver o que aí vem… é que esta foi mais ou menos “férias” mas, na próxima, já vou dar aulas online e tomar conta dos filhos ao mesmo tempo… vai ser lindo!

Um comentário em “1ª Semana Isolamento Social Covid-19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s