Reis da Junk Food

Neste primeiro “VERSUS” vou falar de dois restaurantes que espero utilizar cada vez menos, para bem da minha saúde e pança.

A vida contemporânea A.C. (Antes do Corona e do Confinamento) era bastante frenética e, por vezes, falta o tempo e a disposição para cozinhar e comer decentemente… então porque não ir pela alternativa fácil? Comida de plástico!

Rápida, não muito cara, os miúdos ficam felizes e, sinceramente nós também!

Ora o McDonald’s já é um velho conhecido de todos os portugueses. Chegou cá em 1991 e apesar dos hambúrgueres em si serem secos como uma sola de sapato a experiência geral de degustação dum McMenu completo costuma ser positiva. Costumo oscilar entre a escolha do Big Tasty e do McRoyal Bacon mas os melhores produtos do Mcdonalds são, definitivamente, aqueles que só existem esporadicamente. Destaco o Maestro Cogumelos que é delicioso (quando vem com a quantidade certa de molho e recheio visto que já apanhei vezes menos recheadas que se tornaram uma verdadeira desilusão). As batatas não são nada de especial, apenas um pretexto para comer molho que, no meu caso não costumo escolher o típico molho de salsa mas sim o molho de caril ou o agridoce.

imagem meramente ilustrativa e exagerada relativamente à realidade

Relativamente a outros produtos complementares, os Wraps também são bons, se tivermos vontade de comer algo mais leve.

Para sobremesa temos o Sunday ou os Mcflurry, que têm topping a menos para a quantidade de gelado. Uma vez até tomei um Mc Chá de menta!

No outro lado do ring nesta luta está o king, Burger King! Só o experimentei muito mais tarde que ao seu rival mas rapidamente comecei a perceber que havia uma certa diferença qualitativa. O hambúrguer em si é uma sola de sapato de qualidade ligeiramente superior mas as sanduiches no geral são, na minha opinião, consideravelmente melhores. Não faço a batalha entre Big Mac e Whopper pois raramente comi tanto um como o outro mas já um Big Tasty VS Steakhouse é uma batalha que reflete melhor as minhas preferências de gastronomia de plástico. Esta é uma batalha em que o Steakhouse sai vendedor. Raramente peço outro hamburger que não esse no Burger King mas esse chega-me bem. Por vezes surgem umas edições especiais e a de Red Burger (com pão vermelho) foi inesperada mas saborosa.

Mais uma vez, a versão real é muito mais espalmada e menos apetitosa

Sei que há grandes debates filosóficos relativamente a quais das batatas são as melhores mas para mim aqui também vencem as do Burger King, são mais estaladiças e acompanham maravilhosamente com o molho de queijo.

Já experimentei também os chilli cheese bites e são muito bons!

No que toca à pequenada, os Happy Meals são semelhantes no que oferecem mas aqui tenho que dar a vitória ao McDonald’s visto ter algumas coleções de brinquedos mais interessantes (a coleção do Super Mario comprei mais para mim que para os meus filhos) e também, sejamos francos, ninguém sequer sabe o nome do menu infantil do Burger King (tenho a certeza que muita gente pede simplesmente um Happy Meal… eu sei que já o fiz!).

Ainda relativamente aos mais pequenos o Burger King oferece boa diversão dentro do restaurante com jogos projetados no chão que funcionam surpreendentemente bem enquanto o MacDonalds opta por parques exteriores que são interessantes e estimulam a atividade física mas que exigem estar-se no exterior do restaurante e acabam por só ser viáveis no Verão. Aqui acho que daria um empate mas, tendo em conta as novas regras de segurança D.C. (depois do Corona e do confinamento), tanto um como o outro estão, até ver, desativados.

Em termos de serviço normalmente o Burger King é mais fraco/lento apesar de ter normalmente muito menos gente para atender que o seu concorrente. No Mcdonalds normalmente são rápidos mas a velocidade é tanta que já me aconteceu abrir a embalagem e vir um hambúrguer sem a parte de baixo do pão.

Por fim, e sem andar com grandes contas, é notório que comer no Burger King é consideravelmente mais caro do que no McDonald’s ainda que a qualidade geral do primeiro me pareça melhor. Por isso, para mim, o vencedor deste VERSUS é:

Burger King (4/5) VS McDonald’s (3,5/5)

Mas o que não faltam agora são boas hamburguerias e aí estes dois grandes franchises ficam completamente a perder para as marcas locais. O Munchie, Degema e  Dan’s Finger Food (5/5) são três deliciosos exemplos de restaurantes com hambúrgueres com carne que não parece solas de sapato e com  ingredientes de qualidade superior. Muito mais saborosos e certamente muito menos artificiais e processadas que os das duas grandes marcas, são junk food de qualidade! Nestes tempos difíceis é importante dar uma ajuda às marcas locais e, neste caso, acreditem que a diferença vale bem a pena.

Para acabar e tendo em conta que estamos lentamente a tentar voltar à normalidade, isto pode ser um pretexto para tentar regressar a uma versão um pouco mais saudável dessa normalidade. De vez em quando…com moderação!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s