Pequenos grandes incómodos

Esta crítica vai ser mais pequena, proporcional ao tamanho dos bichos que aqui vou falar mas não proporcional ao incómodo que provocam.

Há alguma coisa de bom a dizer sobre as moscas? Para esta ser uma crítica justa e cientificamente correcta fiz uma pesquisa extensiva de 30 segundos na Wikipédia e não, aparentemente as moscas não têm qualquer utilidade no ecossistema terrestre que não chatear-nos. É irritante, principalmente no Verão, quando queremos comer descontraidamente ao ar livre e lá aparecem elas às dezenas a voar à volta da nossa comida pousando as suas patinhas sujas de caca na nossa refeição, o que as torna não só irritantes como potencialmente perigosas à saúde pública. Tento por vezes soluções pacíficas e até caridosas com elas, colocando um prato com comida mais ao lado só para seu usufruto… mas não, as parvas insistem em preferir atacar o nosso prato!

O mesmo se pode dizer das abelhas e vespas, com a agravante que estas podem picar e tornarem-se até bastante perigosas para quem é alérgico… mas vou-lhes dar o desconto devido ao seu papel importante na polinização.

A quem não posso dar desconto é aos mosquitos e às melgas que não só irritam a voar à nossa volta como ainda nos sugam o sangue! Eu não me importaria de lhes dar umas gotinhas, até sou dador de sangue! Mas porque raio é que a picada tem que fazer tanta comichão, seus bichos ingratos? Para não dizerem que não aprendem nada comigo fiquem a saber que a comichão das picadas ocorre porque os mosquitos não limpam os beiços e a sua baba escorre até nós, sendo detetada no nosso organismo como um agente intruso, o que leva o sistema imunitário a libertar uma tal de histamina que tenta corrigir o estrago (ou algo parecido).

Ai as noites de insónias no Verão a morrer de calor com a almofada e os lençóis a tapar a cabeça para não ouvir aquele irritante “bbbbbbzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz”…. (incrível como seres tão pequenos conseguem ser tão barulhentos).

Ai o desespero de me levantar, acender a luz e andar em cima de cama a olhar para todo o lado à caça do bicho… e quando pensamos que tudo está bem porque conseguimos apanhá-lo, passado um pouco apercebemo-nos que tinha trazido amigos!

Considero que devemos respeitar o nosso planeta e os seres vivos que nele habitam… mas eles também nos têm que respeitar. É por isso que não me orgulho de usar o mata-moscas para aniquilar umas quantas moscas e, em relação aos mosquitos, matá-los com a minha própria mão e observar com um certo prazer sádico a quantidade de sangue que me roubaram espalhada nas paredes e tecto (bónus de irritação para depois ainda ter que limpar isso). Não sou perfeito mas as moscas e mosquitos também não são. –5/5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s