Romance e oportunismo económico

Chegamos ao dia mais romântico do ano. O dia em que os astros se alinham e todos estamos preparados para o amor…! Isso ou talvez seja apenas mais um pretexto de levar toda a gente a gastar dinheiro em prendas e restaurantes.

Esta é uma celebração complicada para casais de longa duração porque não é fácil corresponder de forma espetacular à expetativa contínua de surpreender o seu par. Quando se tem filhos, ainda mais difícil porque, ou os despachamos para os tios ou sogros (estragando o festejo deles) ou nada feito. Para novos casais e principalmente para casais a passar o seu primeiro dia dos namorados juntos, também tem que se diga… tudo tem que ser perfeito e, se assim não for, temos a certeza que será algo difícil de apagar da memória!

Quantas memórias tenho eu de maus dias dos namorados mas não por jantares que correram mal mas sim pelos anos a fio que não tive como festejar! Na adolescência enviava uns bilhetinhos mas não recebia nenhum de volta. Um ano eu e os meus amigos decidimos pregar partidas enviando bilhetes uns aos outros como se fossem de pretendentes. Foi engraçado, mas ao mesmo tempo uma machadada no coração quando percebíamos que aquele momento breve de esperança quando alguém te entregava um bilhete, era apenas resultado de uma brincadeirinha.

No meu ponto de vista a surpresa do dia dos namorados divide-se em 2 partes (3 vá, mas este é um blog respeitável e não vamos entrar nesses pormenores mais picantes):

Parte 1 – As prendas:

Chocolates, ursinhos com um coração a dizer “I Love You”, uma joia… as típicas prendas neste dia são isso mesmo, típicas, o que torna a nossa tarefa mais difícil se queremos surpreender. Comemorar muitos dias dos namorados com a mesma pessoa é algo de louvar mas como podemos diversificar e inovar? Nesse aspeto o sexo feminino está em vantagem pois não é preciso inventar muito, facilmente dá ao seu par o que ele pretende… videojogos!

Parte 2 – O jantar:

A hora da refeição é sagrada e neste dia tem um significado quase místico. Quanto mais brilharmos no jantar melhor poderá correr o que se segue… Os restaurantes aproveitam a deixa e criam menus especiais para tornar este momento mais memorável e, simultaneamente, aproveitam para carregar nos preços porque, quem se mostrar forreta neste dia, certamente não terá grande sorte no decorrer da noite. O problema é que, como é uma refeição tão concorrida, ou nos antecipamos com uma reserva do local pretendido ou não conseguiremos apanhar uma mesa decente na cidade inteira (eu que o diga, que um ano acabamos a comer uma francesinha às 11 da noite!). A minha opinião é que provavelmente é melhor fazer algo em casa nesse dia e ir jantar fora noutra data qualquer em que certamente seremos melhor servidos.

Parte 3 – O Depois:

Como disse, isto é um blog respeitável!

Neste ano de 2021 o dia dos namorados será mais estranho mas possivelmente mais intimista. Não se pode jantar fora, não se pode ir a lado nenhum, mas, com sorte, pode-se estar junto de quem se ama 😉  5/5

Curiosidade final:  Em Vila Real existem “dias dos namorados alternativos”: A 3 de Fevereiro os rapazes dão a gancha às meninas e a 13 de Dezembro elas retribuem-lhes dando-lhes o pito! É uma tradição bem explícita, à boa moda transmontana, mas que ao mesmo tempo denota uma enorme devoção numa espera de 10 meses!

doçaria atrevida de Vila Real

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s