A seca da praia

Férias de Verão são sinónimo de praia, certo?

Toda a gente passa o ano inteiro a pensar nas semaninhas de férias e em escarrapachar-se na toalha a apanhar banhos de sol à beira mar… perfeito?

Pois, errr… é que eu não sou lá grande fã de praia e aqui estão as minhas razões:

  • Faz muito calor!

Não percebo o pessoal que gosta de estar a tostar ao sol para ficar moreno ou sei lá para quê… eu gosto de bom tempo mas dou-me mal com o calor exagerado e sobretudo com o sol a fritar-me os miolos. Existem guarda-sois é claro mas passam a vida a voar com o vento ou às vezes nem sequer dá para os segurar na areia. Apanhar sol é um prazer? Para mim é uma tortura, sombrinha forever!

  • A água é gelada!

Praias do Norte do país? Esqueçam, até doem os ossos só de meter os pés na água! No Algarve supostamente a água é boa mas digo-vos aqui muito sinceramente… é apenas menos má.

  • É uma seca!

Não me digam que um sítio onde a maioria da gente vai dormir a sesta a apanhar sol é algo muito divertido! Claro que também se pode jogar às cartas (se não voarem) ou brincar a desviar das bolas que outros utilizadores destes mesmos espaço público teimam em nem controlar devidamente. De qualquer forma, passar horas a fio numa praia é uma tortura, 2 horitas, ainda vai bem mas além disso já começo a ficar com comichão. 

  • É perigoso!

 Sei que muita gente acha piada a chapinhar nas ondas, consigo ver alguma possível diversão mas pode ser bastante perigoso também e rapidamente ficarmos sem pé ou sermos arrastados para longe. Parece que as praias nacionais foram idealizadas para um uso de 2 metros de distância segura e depois acabou. Além disso há o perigo de apanhar um escaldão, cortar um pé numa lata ferrugenta, morrer afogado ou morrer de tédio.

Podia continuar aqui horas com um espírito negativo queixando-me de outras coisas como a areia que se enfia em todo o lado, o lixo e cocó de cão mas estou em férias e por isso vou tentar ver a coisa de forma mais positiva, além disso, tem mesmo que ser porque agora que sou pai e marido não me safo de ter que ir umas quantas vezes à praia.

Assim sendo, aqui vão as minhas dicas para suportar ir à praia para quem, com eu, não gosta destas coisas:

  • Ir a uma praia fluvial!

Para mim é bem melhor que as tradicionais praias de mar, normalmente a água é mais quente e é possível encontrar muitos sítios bem recatados e pitorescos e até com sombras naturais! São normalmente muito mais seguras porque é bem percetível até onde temos pé, além disso temos muito mais espaço para nos refrescar à vontade sem a chatice das ondas sempre a salpicar e a empurrar. Mesmo assim as praias fluviais podem ser uma seca à mesma se lá passarmos um dia inteiro e a isso acrescem os perigos para a nossa pele. Qual é a minha solução? Ir à praia a partir das 17h, normalmente a temperatura já não está tão intensa e podemos chegar lá e ir diretamente para a água. Refresca-se e brinca-se um bocado com os miúdos e tem-se o consolo de saber que já falta pouco tempo até o jantar por isso o martírio nunca vai ser muito grande.

Praias que suporto:

  • Praia Fluvial da Fraga da Pegada e Praia Fluvial da Ribeira são as duas praias do Azibo, uma zona balnear exótico-serrana bastante conhecida entre Mirandela e Bragança. Têm tudo que referi de bom numa praia fluvial e ainda uma série de diversões de Paddle (o da prancha e não o da raquete) a gaivotas (as de pedalar e não as que apetece depenar), canoas, visitas guiadas em barcos movidos a energia solar (com possibilidade de mergulho incluído em águas cristalinas) e passeios pedonais.
  • Lago de Sanabria em Espanha. O caminho até lá pode ser um pouco aborrecido mas o destino vale o esforço. É uma praia espetacular com bastantes sombras e água quentinha. Tem uma particularidade que é o facto do chão na zona da água ser repleto de pedras, dá-lhe um certo charme mas também umas certas dores nos pés por isso é praticamente obrigatório levar sapatos próprios para andar com eles na água. Os miúdos vão adorar andar aos saltinhos de pedra em pedra (e talvez se esmurrem uma ou duas vezes mas podem sempre desinfetar a ferida com água doce) e pode-se andar até bastante longe sempre com pé.

Continuo a não gostar de ir à praia mas sabe-me bem dar uma refrescadela rápida na água secar, comer um gelado e ir embora.

Praia normal – 1/5 VS Praia fluvial 4/5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s