Duelo ibérico de acção e estupidez

Que raio de ligação pode ter a novela sensação da RTP e a série de bandidos da Netflix?

Quase nada, mas vou, de uma assentada só falar das duas.

Pôr do Sol tornou-se um sucesso não por um particular esforço de divulgação da estação pública de televisão mas sobretudo devido à partilha de memes nas redes sociais de alguns dos seus diálogos mais absurdos e divertidos.

A minha primeira reação, sem saber que raio tinha acabado de ver ao olhar para a imagem acima foi:

-Isto é tão mau, como é possível uma novela ter um diálogo tão ridículo!

Mas depois comecei a ler alguns comentários e apercebi-me que era tudo intencional. Aqueles memes não provinham de uma novela comum mas sim de uma comédia-novela que goza precisamente com todos os clichés deste género., das relações proibidas a vilões oportunistas e a gémeas perdidas.

Resolvi experimentar ver um bocadinho e nos primeiros 5 minutos já estava a rir às gargalhadas.

-Isto é tão bom, como é possível que ninguém tivesse feito uma novela propositadamente tão ridícula?

Pôr do sol faz com mestria o que se propõe, usando os meios tradicionais de uma novela, com representações cuidadas e atores  eles próprios recorrentes de outras novelas. Nem sequer faltam os separadores com bonitas filmagens de arquivo de cavalos a correr em câmara lenta! Como extra temos ainda a presença de Toy que não só criou uma melodia de abertura com letra extremamente inspirada como canta várias versões do tema ao longo dos episódios.

Mas apesar disso não é perfeita. Para mim, as actuações recorrentes da banda Jesus Quisto eram desnecessárias porque não eram nem tão más nem tão engraçadas como poderiam ser. Além disso, a parte passada no bairro da Madragoa também não achei piada, gritaria a mais para o meu gosto. Tudo o resto, adorei! Excelentes interpretações e autocontrole dos actores para não se rir com tanto disparate que sai daquelas bocas. Muito boa realização e produção e, sobretudo um guião super inspirado que é um autêntica fábrica de memes!

Pode nem toda a gente achar piada mas, para mim, é mesmo parvalheira no ponto certo! Para quem perdeu na televisão pode (e deve) assistir online aqui.

Ao mesmo tempo vi a temporada mais recente de La Casa de Papel e não sei se partilham da minha opinião, mas acho que apesar de se notarem valores de produção cada vez mais elevados (que devem ter sido sobretudo gastos em pirotecnia), começa a ser tudo muito fogo de vista ou muita parra e pouca uva (já que estamos em época de vindimas).

É uma temporada cheia de acção, disso não há duvidas mas o que era emocionante no início desta série eram os jogos de gato e rato, as formas como Professor tentava enganar os detetives e vice versa. Ora neste novo conjunto de episódios as coisas têm saído um bocado do controle do grupo de anti-heróis vestidos de vermelho e, ainda que seja realista e uma progressão lógica que não existisse sempre um plano B, C D e Z para tudo, acaba por se perder um pouco a essência do que tornou a série especial. Passar episódios atrás de episódios só a ver tiros e explosões não é que me cativa em La Casa de Papel. Dá uma sensação que acabou a imaginação e o conteúdo em termos narrativos e agora é preciso ocupar e espremer as coisas para fazer mais temporadas, enquanto dura o sucesso.

No primeiro golpe, o assalto à Casa da Moeda de Espanha, tudo foi resolvido em duas temporadas, este segundo já vai em 3 e sabemos que ainda terá pelo menos mais uma. Quando sair a próxima vou vê-la mas espero sinceramente que acabe de uma vez pois já começa a fartar (a não ser que inventem um plano para roubar o colar de São Cajó).

Isto é algo recorrente  em séries de sucesso, tenta-se espremer tanto que chega a um momento que, ou já não tem sumo nenhum, ou as pessoas simplesmente já não estão interessadas em beber do mesmo produto. Veja-se o exemplo do The Walking Dead, uma série que à 11ª temporada já é tão morta-viva como os figurantes que nela aparecem.

Por isso, apesar de não terem nada a ver um com o outro, para mim ver o Pôr do Sol (5/5) foi muito mais divertido do que ver a 5ª temporada de La Casa de Papel (2/5). Sei que a tresloucada novela portuguesa já foi renovada para mais uma temporada, e fico contente com isso, mas tenham só cuidado e não espremam demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s